Treinos e Provas // 26 abr 2017

Por que têm épocas que o treino não encaixa

Autor Imagem Por Giselli Souza

Pode treinar o tempo que for. Não é mal de iniciante, nem de quem corre há sei lá quanto tempo. Tem épocas que não rola treinar. Às vezes, existem desculpas pra lá de plausíveis. Falta de tempo por causa do trabalho, filhos, família, doença ou simplesmente porque você está de saco cheio. Não vamos ser hipócritas. Tem hora que dá um bode geral de tudo mesmo.

Eu vira e mexe fico nesse bode. Tem gente que vive me perguntando porque eu treino tanto. Na real, é a minha maneira de lidar com alguns problemas cotidianos e pessoais. Mas nem sempre dá certo. E nem sempre eu venço a preguiça e os problemas mesmo. E aí eu viro para o outro lado da cama e volto a dormir. Ou invento algo pra não ir treinar no almoço. Durmo cedo, tipo 20h na cama, sabe? Pego o Netflix e me jogo em assistir à noite até bem tarde.

26904823000_dcf9ea49f7_z

Isso é anormal na vida de atleta profissional, mas totalmente normal na vida de um amador. Constantemente vejo pessoas nas redes sociais tão dedicadas, mas tão dedicadas que às vezes eu mesma me pergunto se tudo aquilo é dedicação mesmo ou ostentação de uma dedicação. Será que só eu no mundo tenho problemas? Bode de tudo? De gente, planilha, metas, resultados?

Não. Isso é mais normal do que imagina. Acontece que pouquíssimas pessoas admitem. Preferem se esconder atrás de uma dedicação quase profissional. Como se a nossa vida girasse 24h por dia em cima dos treinos.

Hoje, por conta do Divas que Correm, vivo 24h por dia o esporte. Mas nem por isso deixo de ter os meus bodes. Prova disso que é dei um tempo nos lives. Ando tão mau humorada que acho que a minha cara de bunda vai afastar vocês, rs. Sorte que neste final de semana eu tomei uma dose de adrena tão grande com o Ironman 70.3 que o tesão voltou.

Resumidamente, é isso. Quando der bode, se feche. Não poste nada nas redes sociais e se quiser nem vá treinar. Desencana. Não se cobre e deixe passar. Uma hora vc volta. Tente se agarrar em alguma meta grande, como eu fiz, que talvez te ajude. Ou simplesmente crie metas diárias. Exemplo: hoje eu vou ao treino de corrida. Não sei de amanhã. Mas hoje eu vou. No outro dia, acorde e repita isso. Hoje eu vou. Faça isso todos os dias. De segunda à sexta.

Variar os esportes pode ser uma saída temporária para o bode da corrida

Variar os esportes pode ser uma saída temporária para o bode da corrida

Uma hora engrena de novo. Vc pega no tranco, olha pra trás e vê que superou o bode. Que isso foi uma fase de aprendizado e que hoje vc está mais forte pra traçar até metas mais ousadas pra você. Não se culpe. Bodes existem para nos permitir momentos de reflexão que nem sempre são resolvidos no asfalto.

Lembre-se sempre: a corrida é para se divertir. Jamais para ser um fardo.

Bons treinos.

Conheça a loja Divas que Correm
Venha treinar com o pelotão
P
articipe do nosso grupo de whastapp! Mande uma mensagem para 11 982089700 e peça para ser incluída.

Veja mais!

2 COMENTÁRIOS

    Gina Abrantes disse:

    Vc é uma inspiração!!!
    Deus te conserve sempre com essa perseverança e disposição pra levantar quem vc nem imagina.
    Bjks imensas

    Izabella Luz disse:

    Gi,

    Obrigada por esse texto!
    Era tudo que eu precisava ler hj. Eu amo treinar e não estou de bode da corrida, mas estou trabalhando muito, entrando mais cedo no trabalho ( o que significa ter que acordar 4:40 pra treinar), não consigo ir na musculação direito porque não tenho horário, faço faculdade em outra cidade à noite e estou me formando fazendo trabalho de conclusão de curso!
    Ta bem puxado, e tem horas que tudo que eu quero é poder dormir mais 30 minutos.
    Até meu blog tive que deixar de lado por conta desse momento, mas tenho certeza que é só uma fase e que tudo se resolverá!
    Um beijo grande
    Iza Luz

Comentários fechados.