Destaque // 13 maio 2014

Por que nós somos divas?

Autor Imagem Por Giselli Souza

Li hoje uma reportagem na Folha de S.Paulo sobre a análise de especialistas sobre dois livros de blogueiras fitness lançados recentemente no mercado e discuti o tema brevemente no facebook com alguns seguidores. Confesso que, a princípio, relutei a ideia de discutir esse tema aqui no blog, pois não acho positivo nem a mim, muito menos a vc, entrar nessa onda de comparação, do que é melhor ou pior na web. Em relação a isso, minha posição sempre será essa: assim como na sociedade offline, no mundo digital, há espaço para todo o tipo de abordagem. A escolha de seguir ou não é totalmente individual e alheia ao que acreditamos ser “certo” ou “errado”. O que é legal para mim, pode não ser pra vc e vice-versa.

É fácil de pagar de saudável na praia, trabalhando por hobbie e malhando em uma academia cuja mensalidade custa um salário mínimo

É fácil de pagar de saudável na praia, trabalhando por hobbie e malhando em uma academia cuja mensalidade custa um salário mínimo

Voltando ao nosso mundo, ao ler essa matéria, resolvi refletir sobre algo que sempre falo por aqui, que virou hashtag no mundo instagram e automaticamente remete ao nome desse próprio blog “Divas que Correm”. Rapidamente me veio à mente o comentário que eu ouvi de uma pessoa que não conhecia o blog e que teve o seu primeiro contato ao ver essa foto do nosso aniversário, lá na USP. Vou reproduzir um trecho aqui.

563226_734561523244267_213272238_n

“Quando eu vi a boneca no logo, rosinha e o nome, logo imaginei aquelas meninas lindas, saradas e com todo o jeito de diva. Pra mim, foi uma surpresa quando eu abri o álbum de fotos e vi um monte de menina gordinha, com aparelho, descabelada, parecendo que estavam em êxtase. Até tinham umas mais magrinhas, saradinhas, mas o que me impressionou mesmo foi aquele mar rosa tão diferente”.

Eu adorei esse comentário. Justamente porque sim, já fui gorda, fumante, maria-botecosujo-balada-etc, já usei aparelho, colete cervical, uso óculos e, para alguns, não passo de uma tartaruga metida a maratonista. Há seis anos, vivi na pele os olhares tortos das academias quando queria sair do sedentarismo e, mesmo nas assessorias de corrida, também não era cumprimentada pelas “pé de vento, colecionadora de troféus e tempos espetaculares”. Pelo contrário, sempre fiquei na turma das gordinhas e me inspirei nas ultrasmaratonistas para achar que sim, era possível fazer uma meia maratona em 2h30min com 75kgs – tempo e peso da minha primeira meia, em Buenos Aires, em 2011.

302323

O tempo passou, eu evoluí e o mundo da corrida também. Surgiram novas pé de vento, meninas lindas, magras, saradas, que correm a 4´20/km como se estivessem caminhando no parque e que sim, são legais pra caramba. Em vez de querer te convencer a ser como elas, te fazem acreditar que vc deve sim, buscar o seu melhor. E que ele é possível! Voltando às ultrasmaratonistas, passei a conhecer cada vez mais mulheres que desafiam não só os limites do corpo, mas do tempo mesmo, ao correr 200 km com mais de 60 anos.

Tudo isso que eu descrevi acima me fez criar o Divas. Pra juntar essa galera do “bem” com quem está no começo da jornada. A comparação entre esses “múltiplos” mundos não existe, pois, aliás, é essa diversidade que nos une e o que nos faz ser “Divas que Correm”. Não é o tempo, a barriga sarada, a prova casca dura que vc fez ou deixou de fazer, mas a essência de ser o que somos, ultrapassarmos as barreiras da vida cotidiana e irmos em busca dos nossos objetivos.

São Paulo, SP. 20/12/2013. Ensaio fotográfico para o Divas Que

Aliás, somos Divas porque justamente vivemos na vida real, de acordar cedo, cuidar da família e da nossa vida profissional. Já perdi as contas dos e-mails e mensagens que recebo diariamente de verdadeiras DIVAS que se desdobram pra treinar de madrugada, tarde da noite e até na hora do almoço. Tirando algumas exceções, a maioria treina em uma academia de bairro e corre sozinha. Algumas fazem assessorias esportivas, mas só elas sabem o “rebolado” que fazem todo o mês para pagar as contas do supermercado com as comidinhas light, caras pra caramba. Isso sem falar das inúmeras noites mal dormidas, onde vc vai treinar como se fosse um zumbi até que um dia… vc não levanta, dorme até mais tarde e se joga no chocolate.

1010135_734560126577740_502202174_n

Não ir treinar um dia é normal e uma semana inteira porque vc ficou atolada de trabalho e compromissos tb. Assim como comer doces e não ter aquele pique diário de fotografar o suco verde como se fosse o milk shake mais delicioso da face da terra. Sem falar naquela prova que a gente se mata de treinar e chega na hora e toma pau. Lembram-se da Maratona de Santiago? Eu não desisti por tudo que aprendo com vcs.

Tudo isso é normal na vida de quem é Divas que Correm. Até porque no dia seguinte a gente retoma a dieta e aos treinos feito leoa. Não se trata de fracasso, mas de vida real.

  • Entendeu agora porque nós somos divas? Agora me diz o que vc acha de tudo isso.

Veja mais!

32 COMENTÁRIOS

    Luciana disse:

    Perfeito Gi! Não vou dizer que não curto as blogueiras fitness, mas é preciso ter consciência que elas são a exceção, nós somos a regra! Que bom seria se eu pudesse parar de trabalhar e ficar o dia inteiro num spa caríssimo ou indo a eventos chiquérrimos, mas infelizmente (ou felizmente) não é assim. Somos essas que saem correndo do trabalho, pegamos a Marginal toda travada para ir para a academia e quando chegamos lá tá um frio do cacete para se trocar e bate uma vontade de ir pra casa ver a novela das 7. Isso sim é ser um diva!

    Giselli Souza disse:

    Não tem problema algum curtir, seguir e até usar como referência para o que é ou não certo. Mas tem o senso crítico de saber discernir entre o real do fake é a grande sacada 😉

    Scheyla disse:

    Perfeito isso sim é ser Diva enfrentar todos os obstáculos e não desistir …gordinhas …descabeladas…mas felizes e sem neuras.

    Corre Gata disse:

    Gi, estamos juntas nessa. Acho que dá pra aprender muito com algumas referências da web. Mas é preciso pé no chão e na realidade. Adoro a expressão #keepitreal pra exemplificar isso. E tem muita gente legal chamando a atenção pra isso. #nofilter também é lindo

    Flávia disse:

    O glamour zero da nossa rotina nos faz treinar antes mesmo de calçar o tênis…já perdi as contas de quantas vezes cheguei suada antes mesmo de me trocar e começar . Difícil sim mas estamos ai pra provar que é possível e real.

    bjokas

    Hemilene disse:

    Perfeito!!!!! Muito bom!!!! Teve um dia que falei pro meu marido: vou participar de um grupo de corrida…ele respondeu: Amor….vc viu os tênis daqueles que chegaram primeiro? Um bagaço! Acho…o que precisamos é de força de vontade, querer fazer…e não ser obrigada a fazer…eu treino das 6 às 7am..academia e corrida nos fds….pq eu gosto…eu me sinto bem e da tempo de trabalhar de cuidar da minha casa…é só querer e se organizar…..ahhhh agora eu separo a roypa da academia na noite anterior hahahahaha Bju bju bju

    paula beça disse:

    E fala serio, tem muita coisa irreal por ai!Esses dias achei cada coisa no ig que fiquei de boca aberta!A verdadeira sacada da vida, ta que crescemos com essa correria toda, com esse tempo curto, com filho acordando na madruga a hr que vc ta quase sem respirar no banheiro pra nao acordar a cria e melar seu treino. Aprendemos a respeitar a amiga, a aprender com a mae que usa taticas no longao de findy (eu no caso com a minha pequena) pra sobreviver ao reestante do final de semana depois do treino punk linda e animadaça pq filho ta ali te esperando! E fala serio, gente pagando de “diva ” por ai?rssss
    Eu adoro esse canto, me considero Diva que corre, porque somos gentem como a gentem!!!!!
    bjks

    Gabriela disse:

    Estava correndo um dia na lagoa da minha cidade e uma menina que estava me usando como “coelho” (segundo palavras dela, que ficou brava quando eu parei porque tinha acabado a volta da lagoa) me disse pra eu curtir as divas que correm no facebook. Desde então (faz pouco tempo) acesso o blog de vez em quando, adoro as dicas e não poderia deixar de concordar mais com esse post…

    Comer “light pronto” que se ganha da própria marca, malhar na academia que te paga para fazer merchan dela, sob os cuidados da nutricionista que também é propaganda e do personal idem fica fácil!

    Não vou dizer que não admiro muuito os corpos delas e algumas das dicas, realmente acho que se não tem força de vontade, nada acontece..Mas com esse aparato à disposição fica muito, muito, muito mais fácil (não preciso nem explicar, né?).

    Beijos e parabéns pelo blog

    Silvana Chaves disse:

    O mais legal de tudo é saber que sim, podemos ser saudáveis, bonitas ao nosso modo e sem ter que viver essa loucura de “gerações x, bolinha ou z”.

    Vanessa Hikari disse:

    Perfeito, Gi!!! Tb acompanho sim as blogueiras fitness..mas sei bem da minha realidade…de acordar às 5 pra correr… de não poder pagar assessoria pq eu quis voltar a treinar karatê e não sobra mais $.. rs… de pagar um tênis bom em 2 vezes.. mas tenho certeza que nossa medalha é muito mais saborosa no final!! bjoooo……

    Ana Maria disse:

    Adorei seu post… sabe que acompanho seu blog há tempos e curto muito, mas demorou (até ler hoje!!!!) sobre ser “diva”, pq me parecia uma coisa meio vaidosa, meio patricinha e não me considero (outro tema, auto-estima…rsss) mas depois de ler, sim eu sou uma diva!!! Dou “nó em pingo d’água” como a maioria das divas prá treinar e como gosto!!! E concordo com a Luciana, nós somos a maioria… quem me dera, ter tempo prá bater papo na academia, fazer quitanda, supermercado… com calma… é sempre cronometrado, mesmo no interior… às vezes penso que o povo feminino, onde treino, me acha fresca, pois faço pouco social… é que não dá tempo… como falei… é tudo cronometrado… quem sabe daqui 4 anos, quando me aposentarei… E o mais engraçado ou não, é que mesmo pensando que o “mercado” tem prá todos os gostos, se vc se organiza e consegue fazer quase tudo, ouve comentários sutis que a vida é fácil, ou que seu trabalho é tranquilo, seus filhos cresceram… aí fazer o quê… vamos treinar com os homens… rsss… A gente nunca vai contentar todo mundo… o importante é a gente se sentir bem, feliz, em paz com nossas escolha! Valeu!!! Bjs e boa semana e treinos!

    Camy Câmara disse:

    Por que somos Divas?
    Porque somos reais e não desistimos, porque aceitamos que somos únicas e diferentes e que justamente este diferencial é que nos torna especiais.
    Dia 08/03, um dia após completar 31 anos fui convidada por uma amiga pra ir num evento de um blog que não conhecia, participar de uma caminhada (porque sou diva que anda, ainda rs) e mesmo morrendo de vergonha por conta do sobrepeso fui. Confesso que estava preparada para me deparar com corredoras dondocas e metidas e me vi frente a mulheres da vida real unidas pela vontade de correr e pela disposição. Foi amor a primeira vista!
    Caso vocês leiam este comentário saibam que cada uma de vocês me ajudou muito de lá para cá, a coragem de vocês me inspirou e me deu uma determinação que até então estava na corda bamba.
    Conquistei amizades naquele dia que me ajudam e incentivam diariamente. Cheguei a conclusão que o Divas e as divas foram meu presente de aniversário.
    Descabeladas, gordas, magras, novas e nem tanto, mas sorridentes e irradiando algo que não sei nomear.
    Obrigada por serem assim, tão reais, tão acessíveis.

    Amanda disse:

    Eu comecei a ler esse blog por causa duma foto duma frasqueira da Avon que vc postou e eu precisava de uma e não achava pra comprar ahahahaha

    E eu continuei e continuo lendo por causa desse espírito de “vida real” que ele tem.

    Com a vida corrida que a gente leva, não temos – eu, pelo menos, não tenho – tempo pra ficar admirando foto de barriga sarada e pose de exercício de funcional do circ du soleil

    #prontofalei

    Giselli Souza disse:

    Amanda, eu tb não tenho saco de admirar barriga sarada muito menos as poses de circo. acho um saco, na verdade. se tivesse tempo para fazer isso, treinaria 30% a mais, rs. bjs

    Leisy disse:

    Gi e a nossa realidade!Amo o divas que correm gente! Essa vibe que me da força e coragem todos os dias para continuar…Bjs

    Antonia Aparecida Oliveira Aguiar disse:

    Addooorei o post! Amo tudo isso aqui e sinto-me Diva como tantas de vocês que correm. Gente como a gente. #vidareal#penochao

    Milene disse:

    Giselli,
    Conheci seu blog há 4 dias e já estou fã e mais motivada. Parabéns pela colocação perfeita sobre o nosso mundo real. Tenho 46 anos, corro há 10 anos….e. resolvi voltar para meu tênis, após uns 6 meses meio desanimada.
    Mas não sou tão Diva…rs….meu maior troféu foi a Sao Silvestre. Qdo crescer, fico igual a vc…rs….
    Grandes Corridas para nós todas!

    Giselli Souza disse:

    Vc corru a São Silvestre e não se acha DIVA? Milene do céu, quando eu fiz essa prova eu me virei em prantos me sentindo uma estrela!!!!

    Elaine Torres disse:

    Texto sensacional!
    Sou magra mas tenho uma certa barriguinha e já fui alvo de muitas críticas e piadas na academia em que treinava,então decidi só fazer aula de dança,dança do ventre,foi onde me encontrei.Adoro gente de verdade e com uma vida “real”,você é uma verdadeira diva e inspiração…

    michelly disse:

    Gi, gente de verdade se identifica com gente de verdade. Tem muita coisa fake na web, e o bom é que aqui a gente mostra a vida real. Continue assim que essa é a razão de eu amar tanto o Divas que correm. Xero!

    Beatriz Vieira @biamoysesv disse:

    Exatamente isso, Gi! Fiquei fã do Blog por causa disso, comento pouco, mas estou sempre por aqui! Sous vida real! Acordamos super cedo, ralamos no trabalho, estudo, familia o dia todo, chega a noite ainda nos desdobramos pra treinar, fazendo uma puta força pra pagar academia, assessoria de corrida e ainda as provas de corrida…pq amamos e fazemos um esforço! Mas tbm, as vezes enchemos o saco disso tudo, de tentar ser tão regrada, de fazer a dieta certinho, e enfiamos a cara no chocolate e faltamos o treino só pq precisamos de um tempo pra respirar e fazer nada! Somos divas da vida real! Parabens pelo blog. Bjs

    Milene disse:

    Hahahha…..
    claro……me achei poderosa….ok, ok…..Diva tbm. Gostei!!
    Parabéns mais uma vez. Estarei sempre por aqui. Bjs

    Lívia Carolina disse:

    Aaahhhhhh Giiii
    Quem vontade de te dar um abraço! =)
    Eu já falei isso em alguns comentários, mas não custa repetir: conhecer você e o Divas foi um presente. Meu horário de trabalho é todo quebrado, tenho pra mim um pedaço da manhã e outro da noite. Tenho que ficar organizando tudo pra aproveitar cada minuto… Leio no busão – sim… ando de busão… rs – enquanto o pão esquenta, dou comida pro gato, saio correndo banho, roupa, mochila, viaja pra ver os pais e o irmão no final de semana, e por aí vai. Antes eu sofria muito por não ter tudo certinho como eu gostaria que fosse. Mas agora, aos poucos, vou aprendendo a me virar da melhor maneira que posso, e se não consigo fazer tudo que preciso em um dia, no outro, eu acordo e tento de novo, e de novo, e de novo… =)

    Um super beijo pra você #divadavidareal que me inspira! =)

    Celsa Veronica disse:

    Meus olhos estão marejados ao ler este post. Poxa Gi, foi um tapa na cara, mas no fundo, no fundo foram as palavras mais lindas que uma “amiga” poderia dizer a outra.
    Perdi 20 kl sozinha em pouco mais de um ano, tentando de tudo um pouco sabe. Não cheguei nem de perto ainda ao meu peso ideal. Claro que fico feliz com a conquista, porra perder 20 kilos, afffff.
    Mas alguma coisa aconteceu e nos últimos dias, meses me perdi. Estou tentando me reencontrar, mas está tão difícil. Tenho arranjado uma desculpa pra tudo, pra não comer direito, pra não ir pra academia. Sinto um vazio dentro de mim e penso: -“Amanhã vou começar tudo de novo”, mas o amanhã chega e nada de Re-começar.
    Estou triste, frustrada, não gosto do que vejo no espelho.
    Todas as manhãs são iguais, chego no trabalho e vejo o instagram daquelas mulheradas lindas, de corpos sarados ou que qssim como muitas lidaram com a obesidade e hoje estão otima, vejo para ver se alguma coisa acontece, se o estímulo aparece ou seu caio na REAL. Isso, estou precisando cair na real.
    Mas conhecer o seu blog, ver as suas lutas, posso dizer de coração que é um estímulo pra mim, mesmo que eu ainda não saia do lugar, é um GRANDE estímulo sim. Hoje você falou das frustrações até se empenhar de verdade. Você diz que tem dias que não tá fácil pra ninguém e isso me ajuda a ver que eu não estou sozinha.
    Agradeço a Deus ter conhecido seu blog, que foi totalmente por acaso e participei do aniversário do #Divas que Correm, na USP.
    Obrigada por esse post.
    Beijos pra todas as Divas e vitoriosas que matam um leão por dia e se desdobram em 1000 para dar conta de tudo.

    Simone Manocchio disse:

    Na verdade, Gi, acabo tendo um pouco de dó dessas meninas que só pensam em corpo sarado, em resultados, em comida light, sem glúten, lactose, sem o raio que o parta!
    Sinto dó porque a vida mostra tanta coisa pra gente, mais importante, como a corrida que cura, a comida que une uma família em volta da mesa, tantas coisas bacanas! E viver de privação, sem equilíbrio, em nome de “um corpo perfeito”, desculpe, é não saber viver.
    Somos divas sim porque somos normais e vivemos intensamente cada momento. bjo

    Clarissa Palú disse:

    Oi! Acompanho o blog há um tempo, mas nunca comentei. Mas hoje não pude passar batida! Você tocou meu coração! Sim, somos divas que correm, mesmo atoladas na vida de trabalho, família, etc etc. Quando leio textos assim me acalmo e me sinto normal. Me sinto acolhida. Não temos uma vida de glamour. Mas temos uma vida real! Que bom! Beijo grande e continue nos inspirando!

    Cristiane disse:

    Amei! Fico sempre me martirizando pq nao consigo ter a barriga sarada das blogueiras fitness, mas vc disse td e mais um pouco! Me alivia saber q sou como vcs!

    Priscila disse:

    Adorei !!! Você conseguiu descrever exatamente o que vivemos, nossas mudanças e todo o processo de transformação. Tirar forças mesmo com tantas tarefas e problemas do dia a dia não é fácil. Blogueiras nos ajudam sim, na hora que da vontade de jogar tudo pro ar e se matar no chocolate! Rsrs… Uma bela barriga sarada na foto faz com que a consciência fale alto e no dia seguinte voltamos a rotina! Uma inspiração , mas temos que ter consciência que nem tudo é real…

    Carla Mattos disse:

    Nossaaa!!! Virei sua fã, Gi!!! Falou tudo!!!! Adorei!!! Essa galera é muito artificial, tudo na vida delas é perfeito, e a gente sabe que a vida real não é perfeita! Parabéns pela matéria! Super beijo!

    Pri Gusmão disse:

    Oi Gi (olha a intimidade), não conhecia o seu blog e fiquei conhecendo através do blog Transformação, eis então minha primeira participação aqui. Adorei conhecê-la através deste post pra saber justamente diferenciar um blog decente de um fake. Fiquei emocionada com seu post, porque, meu Deus, é tudo isso mesmo, ser diva é tudo isso. Eu treino sozinha, no parque, bem cedo, porque estou desempregada e, como a corrida já fazia parte da minha vida no segundo plano, aproveitei para passá-la um pouco mais pra frente nas minhas prioridades. Treino cedo porque caso os horários com o do meu marido. E a cada dia, cada conquista é uma vitória. Não sou maratonista, mas amo meus 6K e miro numa São Silvestre em 2015.
    Obrigada por mostrar (me lembrar) que existem outras pessoas tão reais quanto eu neste mundo. Pode ter certeza de que ganhou uma seguidora fiel. Super beijo e muito prazer!

    Larissa disse:

    Muito bom teu post, é bem o q eu penso! Então, gostaria de saber se vc ou alguma seguidora tua é de Curitiba, pq eu quero retomar minha caminhada/corrida depois de um período de tratamento no tornozelo. Mas eu queria formar um grupo, independe tambem de idade, condicionamento… Não sei como começar a divulgar isso… Por exemplo, hj vou começar na Praça do Japão às 16hs. O q vc me sugere? Muito obrigada! Grande abraço, Larissa

    Monica disse:

    Primeira vez que entro aqui, porque vi a Juliana do Sua Corrida comentando do endereço!

    É muito bom fazer esse “compartilhamento de motivação” com pessoas “reais”, que tem uma vida real e dificuldades reais pra se manter em forma….

    Unidas venceremos 😉 Divas!

Comentários fechados.