Divas que inspiram // 10 abr 2017

Não compare a sua evolução. Simplesmente treine!

Autor Imagem Por Giselli Souza

Frequentemente recebo mensagens e e-mails de atletas iniciantes e até mesmo avançadas que me perguntam se o pace dela está bom, o que acontece que ela não emagrece e a dúvida mais cruel de todas: “por que a minha evolução é tão mais lenta que a da minha amiga”?

Treinão Divas que Correm na Usp. Data: 17/10/2015. Local: São Paulo/SP.  Foto: Edson Lopes Jr.

Treinão Divas que Correm na Usp

Bom, antes de mais nada, até por experiência própria, a comparação é uma merda. Não acrescenta em nada, não te faz ficar mais dedicada e pode até deprimir e te fazer largar tudo. Afinal, “porque eu me esforço tanto e não tenho resultado?”.

No caso dos treinos, é preciso treinar, mas também esperar os resultados aparecerem. Não é fácil, muitas vezes demora mesmo e não depende somente da sua dedicação, mas do tempo de resposta do seu corpo ao treinamento.

Mais um dia de treino no parque do Ibirapuera. Foto: Edson Lopes Jr.

Mais um dia de treino no parque do Ibirapuera.
Foto: Edson Lopes Jr.

Mesmo quando você já evoluiu bastante, a tendência é que fique cada vez mais difícil você conseguir baixar o seu tempo em uma prova, por exemplo. Tenho como exemplo a distância de 10km, que é o meu termômetro na corrida para tudo. Nos últimos anos, tenho conseguido diminuir, em média, 1 minuto em relação ao ano anterior. Porém, neste ano, por mais que eu tenho treinado, o relógio parece não jogar muito ao meu favor. Por mais esforço, nada muda.

A mesma coisa a dieta. Lembro muito bem da época da reeducação alimentar, quando o ponteiro da balança ficava parado, por mais que eu me esforçasse. Em ambas as situações, o que contou de verdade foi a persistência em continuar treinando e fazendo dieta por mais que os resultados não aparecessem rapidamente.

Eu, gordinha, treinando com dedicação em 2011

Eu, gordinha, treinando com dedicação em 2011

A comparação, até hoje, é inevitável. Muitas vezes me pego olhando para a colega de treino e pensando comigo sobre quais motivos fazem ela performar e eu não. A saída para isso é sempre refletir não só na minha evolução, mas no meu estilo de vida, idade, horas diárias de sono, alimentação e anos de treinamento. É fato: não há como comparar o incomparável.

Cada atleta tem uma rotina e o organismo também é único. Alguns demoram mais que os outros para responder aos estímulos e outros simplesmente não respondem porque estão com algum problema. Por isso, ir às consultas médicas e estar com os exames em dia fazem muita diferença.

Por último, não se compare. Treine e tenha a determinação de persistir por mais difícil que possa parecer. É o que eu digo pra mim mesma e que eu falo para vocês.

Bons treinos!

Conheça a nossa loja Divas que Correm
Venha treinar com o pelotão
Utilize o nosso desconto exclusivo #divasquecorrem e tenha acesso a 15% de desconto na Netshoes
E
screva o número do seu whatsapp nos comentários para participar dos nossos grupos

Veja mais!

8 COMENTÁRIOS

Comentários fechados.