Salto Alto // 18 dez 2017

5 presentes divos de Natal para você

Autor Imagem Por Giselli Souza

Esqueça presentes e viagens caras. Você já pensou no que você gostaria de dar de presente de Natal para você neste ano? O que você poderia se dar de presente e que fosse promover alguma mudança na sua vida em 2018?

No ano passado eu fiz essa pergunta, fui atrás de algumas mudanças e coloquei algumas em práticas. Outras, confesso que deixei para depois, mas aqui estou eu para compartilhar com vocês alguns desses presentes e também incentivá-la a ir buscar os seus.

Espiritualidade

Comecei a minha jornada em busca da espiritualidade há um ano. Voltei a ir à missa, passei a fazer terapias alternativas, voltei a ouvir mais a minha intuição e o melhor retorno que eu tive dessas minhas escolhas foi uma mente bem mais tranquila.

Não foi nem jamais será fácil. Como já escrevi por aqui, conheci a Sara Batel, minha terapeuta holística em julho deste ano, e desde então passei a tomar cada vez menos remédios e muito mais chás naturais e banhos de ervas.

meditação

As idas à missa também me ajudaram bastante e embora eu não seja uma católica fervorosa, eu confesso que ter conhecido neste ano o Santuário de Nossa Senhora Aparecida foi muito legal. Saber que existe um lugar como aquele, com energia boa, que acolhe e abençoa me trouxe muita paz em momentos difíceis.

A lição que eu tirei de tudo isso foi que independente da sua crença, busque algo além de você. Dê o nome que você quiser dar, “uni, Deus, Jeová, Buda, Maria, Jesus”, sei lá. Mas vá atrás de algo superior. Faz muita diferença você saber que existe algo e alguém maior do que tudo que você vê ao seu redor – e que gosta e cuida (muito) de você todos os momentos.

Alimentação

Existem anos que a dieta encaixa e em outros não. Neste ano, depois de muito resistir, conheci a nutrologia, a especialidade médica que trata da nutrição de atletas. Meu médico Rafael Soares conseguiu me tirar de uma anemia que durava anos e que agravou-se no escuro graças ao meu desleixo.

rafa-nutrologo

Foram algumas sessões de injeções, muitas vitaminas  e exames mensais, mas valeu muito a pena. Minha saúde hoje é outra e se pudesse dar um conselho a vocês eu diria para não esperarem uma anemia ou qualquer outra doença aparecer para ir ao médico. É lógico que a consulta a nutricionista é super importante, mas o acompanhamento do nutrólogo é tão ou até mais necessário, especialmente a gente que adora jogar o corpo no limite e fazer 1 milhão de coisas no dia.

Sono

Parece brincadeira, mas você já parou para pensar que a cada ano a gente dorme cada vez mais menos? É impressionante, mas parece que a gente não consegue se dar ao luxo de ter as noites livres ou mesmo ir dormir em um horário “decente”. É como se toda a vez a gente se sentisse tentada a fazer um curso, a aceitar um convite de uma amiga pra sair, a fazer aquela limpeza em casa à noite…

diva-dormindo

Precisamos dormir urgente! E para isso precisamos aprender a falar não às tentações de achar que o dia tem 30h. É ir para a cama às 22h se você pretende madrugar para treinar. Se você não consegue, é aprender que tem dias que é melhor ficar na cama dormindo do que insistir em treinar caindo de sono. E que isso não é falta de determinação, não. É necessidade fisiológica mesmo.

Vida pessoal

É tão bom treinar, mas é tão bom também dedicar o mesmo tempo a quem gosta da gente. Sejam os amigos, família, marido ou namorado. Por mais que as planilhas e as metas nos chamem, a vida pessoal precisa vir em primeiro lugar sempre na vida de um atleta amador.

É claro que muitas vezes se faz necessário abrir mão de alguns encontros e comemorações, mas fazer disso uma rotina faz com que os treinos e as próprias metas ganhem uma proporção não tão real. Sabe aquela pressão psicológica absurda antes de uma prova? Parte tem a ver com todo esse “foco”, que muitas vezes deixa de lado os prazeres comuns na vida de um atleta amador. As saídas com as amigas que não correm, os barzinhos, jantares, festas, dormidas até tarde no domingo e finais de semana sem treinar.

Não é fácil equilibrar, mas há que se buscar isso ano após ano, diva. Para o nosso próprio bem.

Vida profissional

Tá de saco cheio do trabalho, quer mudar, mas tem medo do desconhecido? Então lembre-se dos mesmos medos e dores de barriga da largada de uma prova e vai. Planeje, corra atrás e dedique-se com a mesma força e persistência da corrida na sua vida profissional.

Faça um curso diferente, busque fazer coisas novas, ler sobre outras áreas e abrir a sua cabeça para novas perspectivas. Estamos sempre em constante mudança e mais do que só querer é preciso se planejar para o novo! É traçar essas novas metas e se jogar mesmo. Com medo, receio, mas com toda a coragem de uma divas que correm.

Gostou das minhas sugestões de presentes para você? Diga quais deles você pretende se dar neste Natal para que 2018 seja ainda mais divo!

Um grande beijo e bons treinos.

Conheça a loja Divas que Correm
Treine com o pelotão
Compre com o nosso desconto de 15% na Netshoes 

 

 

 

 

 

 

 

Veja mais!

2 COMENTÁRIOS

Comentários fechados.